Família, paganismo e história

Corre na Internet um “debate” (se podemos chamá-lo de debate) a respeito da posição do homem e da mulher na sociedade. Natural, considerand0-se as mudanças sócio-culturais trazidas pela Revolução Industrial e a era da informação. No meio heathen, a AFA (Asatru Folk Assembly) fez uma declaração sobre “valorizar suas mulheres femininas, seus homens masculinos e […]

Leia Mais "Família, paganismo e história"

O paganismo e o preconceito, II

No post anterior, eu falei extensivamente do risco que pagãos das diversas vertentes correm, devido a associações com uma visão “popular” do satanismo, da bruxaria e da macumba. Hoje, falemos sobre outro assunto, que é a pura falta de reconhecimento da própria existência de nossos deuses, enquanto deuses, ou de respeito pelo culto a eles. […]

Leia Mais "O paganismo e o preconceito, II"

O heathen e a anomia

Entre os pagãos que eu conheço (e sim, estou ciente da generalização e da limitação da população observadas), torna-se bastante clara a tendência de um desejo por uma vida mais simples. Essa simplicidade geralmente é ligada à vontade por um retorno à natureza, à vida do campo, à relação com o mundo natural e com […]

Leia Mais "O heathen e a anomia"

Paganismo, racismo e cultura

Ontem, o grupo conhecido como HUAR (Heathens United Against Racism) promoveu um evento internacional, Light the Beacons, através do Facebook. Este evento consistiu de pessoas do mundo todo acendendo fogos (velas, fogueiras e afins) em nome de um heathenismo inclusivo e hospitaleiro a pessoas de todos os gêneros, raças e orientações sexuais. Eu, pessoalmente, não participei […]

Leia Mais "Paganismo, racismo e cultura"